Entenda mais sobre a questão hormonal e metabolismo


O hormônio masculino, a testosterona, é o que faz com que os homens tenham a predisposição à força maior que mulheres. Os músculos são os maiores responsáveis pelo gasto calórico, já que são eles que dão a disposição para que o corpo pratique atividades físicas e até as cotidianas com mais vigor.

O estrogênio, hormônio feminino, faz com que o corpo da mulher tenha mais gordura acumulada em regiões como o abdômen, seios e os membros inferiores do corpo. Para os homens, no entanto, a gordura se acumula quase que unicamente na região abdominal, fazendo com que o emagrecimento seja mais visível e rápido.

Durante a menopausa e andropausa, os níveis de testosterona do organismo caem, fazendo com que a massa magra do corpo diminua consideravelmente. Na menopausa, como os ovários param de funcionar, a gordura se acumula ainda mais na região do abdômen. Sendo assim, para as mulheres com mais de 50 anos começa a ser ainda mais difícil perder peso.

Para que, mesmo em idade mais avançada, homens e mulheres consigam se manter em forma é essencial seguir a risca uma rotina de exercícios. É preciso seguir com atividades aeróbicas e musculação para ativar o metabolismo e queimar calorias.

 

Metabolismo

 

A diferença de gasto calórico entre as mulheres e homens em apenas 30 minutos de atividade física é muito grande. Alguns estudos comprovaram que homens tem um gasto calórico cerca de 1,3 vezes mais alto que o de mulheres, em atividades como ioga, spinning e zumba, por exemplo.

Isto se dá porque o metabolismo dos homens é muito mais acelerado que o das mulheres. Fatores como o tamanho do pulmão e coração masculinos e também a maior produção de testosterona fazem com que consigam perder cerca de 2 vezes mais gordura que as mulheres.

As mulheres, porém, podem chegar a obter os mesmos níveis de gastos calóricos depois de 6 meses mais ou menos. Além disso, existem alguns alimentos que podem fazer com que o metabolismo seja ativado.

 

Fonte: dicasdetreino.com.br